março 01, 2017

Isto é surreal

Recentemente houve uma campanha de "Há meninas com pénis" e "meninos com vulva" em Espanha. Uma campanha suja que confunde as crianças e que eu tipifico como violência infantil em 1º grau.

A organização HazteOir colocou, em resposta, este autocarro a circular mas teve que o estacionar: a polícia obrigou. O crime: "crime de ódio". O caso está na Justiça.

Uma das envolvidas nesta perseguição é Rita Maestre, do Podemos Madrid. Esta prenda já entrou numa Igreja, pôs-se em tronco nu e gritou "ardereis como em 36": acabou ilibada pela Justiça. Foi ainda a autora do cartaz ao lado do autocarro: "hetero morto é estrume para o meu jardim".

Quando acabará esta loucura? Os loucos sempre os houve. Agora a justiça e as instituições acarinharem os loucos é que é novo: costumavam ir para um manicómio.


2 comentários:

Pedro Dias disse...

a esquerda regressiva apesar de negarem são os novos Nazis, já Wiston Churchill nos tinha avisado que o Facistas do futuro se iam de denominar de Antifa, a podridão que é o Marxismo Cultural ao longo dos anos e a maneira como é embutido na cabeça das pessoas que se recusam a pensar de forma critica, uma sociedade de gente formatada que mete de parte quem pensa de forma contrária, qualquer dia até a pedófilia é vista como uma escolha sexual e ser heterosexual e querer uma relação amorosa com alguem do sexo oposto da mesma raça e maior de idade é que vai ser reprensivel... vejo o futuro da humanidade muito triste em especial na Europa.

Lura do Grilo disse...

Uma loucura!