abril 20, 2017

Epidemia

Há uma epidemia de sarampo na Europa. Atribuir a epidemia de sarampo às pessoas não vacinadas é o mesmo que atribuir a morte dos manifestantes em Caracas ao facto de estarem numa manifestação. Nem todas as pessoas tomam precauções contra o paludismo e ele já andou por cá: só as tomam se forem de viagem para locais de risco.

As autoridades europeias são as principais culpadas: o sarampo foi reintroduzido pelos refugiados. Abdicar do controlo de fronteiras e do controlo sanitário de quem entra na Europa foi e é um acto criminoso contra as populações das elites politicas. Empurrar as culpas para as vítimas desta negligência só torna o acto mais reprovável.

3 comentários:

Afonso de Portugal disse...

Por acaso, não tinha pensado nisso!... De onde veio tanto sarampo assim de repente? Já se escreveram várias páginas sobre as vacinas mas ainda não vi ninguém responder a essa pergunta!

CENSURADO AGAIN disse...

LOJINHA SOROS ACTUANDO

Oliveira da Figueira disse...

Bem visto.