abril 04, 2016

Desordem e anarquia


Umas dezenas de moamedes tentam a demolição de uma esquadra de polícia em França. A reacção das forças da ordem é patética: nem uma detenção é realizada. Os cidadãos europeus bem que estão defendidos e seguros com estes maricas e quem manda neles.

A coragem só aparece para enfrentar os nacionalistas em qualquer manifestação política ou prender velhos generais com uma folha de serviços distinta.

Com muitos refugiados a chegar bem treinados na arte da guerra e bem doutrinados a odiar, com os residentes muçulmanos radicalizados que celebram todas as matanças realizadas na Europa a servir de retaguarda, só podemos esperar sucessivas insurreições e guerrilha urbana a muito curto prazo.

Não teremos quem nos defenda!


2 comentários:

FireHead disse...

Ah, isso? Não é nada que incomode os Leocardos da vida airada. Veja só, mais uma demonstração da obsessão que ele tem por aquilo que eu escrevo. Não tem mais nada que fazer e, uma vez mais, você também levou:

http://bairrodooriente.blogspot.com/2016/04/a-cronica-do-gangrape-de-uma-ideia-pura.html

Oliveira da Figueira disse...

Nunca pensei que a nossa Civilização fosse acabar assim! Ou acabamos submetidos, convertidos à força, ou então serão os cidadãos, após muito sofrerem, a pegar em armas, para fazer o trabalho que as forças da Ordem não podem fazer, pois têm ordens para aguentar caladinhas!