junho 16, 2016

Ódio, força motriz da mente revolucionária

1 comentário:

Oliveira da Figueira disse...

Aqui há tempos fizemos um post sobre a doença mental comunista - http://amigodeisrael.blogspot.pt/2016/03/ideologia-politica-ou-doenca-mental.html

Dúvidas houvesse, criaturas como o Arnaldo Matos, que aplaudiu publicamente o Massacre de Paris, demonstram o que vive na alma dos comunistas puros e duros, como conhecimento doutrinário: http://amigodeisrael.blogspot.pt/2015/12/mrpp-apoia-o-massacre-de-paris-estes.html

Assim como as organizações criminosas em geral são proibidas, assim como o Nazismo é proibido, o Comunismo e o Islamismo também o deveriam ser. O ódio, a destruição dos outros uma vez chegados eles ao poder, fazem parte dos programas dessas nefastas ideologias.

Muita gente de boa-fé enamora-se das promessas igualitárias do Comunismo, como se enamora das propostas religiosas do Islamismo, mas apenas porque não conhece a história toda.

É ignorância. Uma ignorância que custa a compreender na idade da Internet. A rapaziada nova, com mais facilidade vai à Festa do 'Avante!' ver um espectáculo dos Burrada Som Sistema e fumar umas broas, do que vê um bom documentário sobre a História do Comunismo, ou lê o Livro Negro do dito.

OdF