novembro 29, 2016

Quem poupa o inimigo às suas mãos vai cair

O PSD não foi capaz de votar em peso contra o voto de pesar pelo assassino e tirano Fidel Castro: uma cuspidela no túmulo de muitas vítimas do paranóico "lider". Marcelo a mesma reverência por aquele estrume do Caribe.

Recordamos que Vaclav Havel também foi objecto de um voto de pesar pela sua morte. Vaclav Havel foi presidente eleito, não foi terrorista, não matou nem escravizou um país durante décadas. Contudo o PCP votou contra.

Falta a esta casta política coragem, convicções e coerência: não podemos confiar nestes trastes. O meu desprezo por mais esta barbaridade e, com estes merdas na AR, um dia seremos um gulag.

2 comentários:

Bilder disse...

E o pior(no caso tuga pois no norte e leste da Europa a coisa é diferente)é que a maioria silenciosa(a que se referia Spinola em 1974) é na sua maioria idosa(descontando os silenciosos por opção os quais só se interessam por futebois e Casas dos degredos) e as novas gerações estão a ser formatas no marxismo cultural desde a primária(como já foram em boa medida os “iluminados” saídos das faculdades e que entraram nos média e nos partidos que destroem a soberania nacional,um deles é 1º ministro e outro deles é presidente dos afectos).

Bilder disse...

Outro interessante website (encontrei faz cinco minutos) https://experimentoaschoccidental.wordpress.com/2016/04/11/marxismo-cultural-o-liberalismo-cultural/