outubro 06, 2013

Pecar por omissão

" ... omissões e erros". O papa Francisco indigna-se com as mortes dos "boat people" que rumam a Lampedusa. O fenómeno é uma mina de dinheiro para os angariadores desta gente desgraçada e nós também somos desgraçados a começar pelos pobres habitantes de Lampedusa que vivem num terror permanente. Roubos, assaltos, violações, destruição dos próprios alojamentos e outras inquietações fazem da ilha uma "no go zone". Muitos são delinquentes e trazem na bagagem a vontade de implantar, onde se instalam, a mesma forma de vida da qual foram vitimas. Os boat people sabem que correm um risco que nós não lhes causamos e ao qual somos alheios.

O papa Francisco peca por omissão quando ignora a mortandade que afecta as comunidades cristãs da Síria, da Nigéria, da Líbia, do Egipto e do Paquistão: são às dezenas as vítimas de cada ataque. Estes cristãos apenas querem viver a sua vida, na sua terra e com a sua fé. Mereciam uma palavrinha de conforto do sucessor de Pedro.

1 comentário:

FireHead disse...

Por isso que eu não consigo gostar deste Papa. Ele até chamou os muçulmanos de nossos "irmãos". Que saudades que eu tenho do Papa Bento XVI... e, já agora, dos Papas dos tempos das Cruzadas... isso sim, verdadeiros ecuménicos desejosos de combater os infiéis e inimigos de Cristo!