maio 11, 2013

Novílingua: um bicho persegue a roubolução bolivariana

"grave escassez que ameaça a estabilidade do governo venezuelano, Maduro pediu vendas emergenciais de alimentos ao Brasil e ajuda para desenvolver a agricultura no país, além de apoio para enfrentar a crise no setor elétricoque tem provocado constantes apagões.

http://www.valor.com.br/internacional/2681698/escassez-de-energia-ameaca-crescimento-da-venezuela-apontam-analistas

http://venezueladecristo.blogspot.pt/2011/11/escassez-de-alimentos-ameaca-venezuela.html

http://www1.folha.uol.com.br/folha/mundo/ult94u365645.shtml
O governo da Venezuela se vê atingido pela escassez de alimentos básicos, como leite e pão, e ameaça expropriar aqueles que não obedeçam à regulação de preços, apontada pelos produtores como a principal causa do desabastecimento.

http://online.wsj.com/article/SB10001424127887324485004578422642701930934.html

Os defensores de Nicolás Maduro, o sucessor escolhido a dedo por Chávez e forte favorito, tendem a acreditar no governo quando este põe a culpa da escassez de bens nos supermercados e empresas que eles acumulam produtos para criar instabilidade e derrubar o governo.

http://www1.folha.uol.com.br/mundo/1235859-dilma-pede-calma-em-relacao-a-novo-pacote.shtml


O desabastecimento é o maior no país ao menos desde 2009, quando o Banco Central da Venezuela começou a mapear a "escassez" de produtos da cesta básica no país. Em janeiro, o índice bateu o recorde de 20,4%, isto é, de cada cem produtos procurados, 20 não estão disponíveis para compra.
Os mais escassos são justamente os produtos do dia a dia do venezuelano: açúcar, leite, farinha de milho, frango e azeite.
"Se não estão em falta os produtos, há apenas uma marca disponível. Para conseguir comprar tudo, tenho que ir em até quatro supermercados", conta a dona de casa Maria González, 42, com poucas sacolas na mão.


Podia-se escrever assim:
  • Política despesista da Venezuela afunda o país;
  • Corrupção destrói um país;
  • Comunismo afunda mais um país bastante rico;
  • Maduro não acerta uma previsão;
  • Fome em Venezuela;
  • Terrorismo social do governo chavista de Maduro;
  • Ministro da economia venezuelana falha e está isolado no governo;
  • Políticas económicas erradas na roubolução chavista;
  • Uma espiral de recessão afecta a economia;
  • Políticas destinadas ao fracasso afundam Venezuela;
Em vez disso culpam esse bicho invisível Escassez, dão-lhe vontade própria e capacidades de maldade anti-bolivariana sem fim! Extraordinário este linguarejar de trapos do jornalismo marxista da sarjeta.

1 comentário:

I. B. disse...

A culpa é sempre dos «outros». Já o Chávez berrava que se matava e insultada os EUA com o palavreado mais ordinário possível. EUA, o conveniente bode expiatório dos seus desmandos, corrupção e incapacidade. Enquanto isso, eram precisamente os negócios com os EUA que seguravam a Economia da Venezuela.

Esperemos que os venezuelanos corram com estes tipos depressa.

I.B.

P.S. - O vídeo 'A perversão do Comunismo' parece que caiu...