junho 20, 2012

Repugnante ...a RTP

Hoje pela manhã a RTP lembrou-se de visitar a Nigéria para apontar os "conflitos étnicos e religiosos" que aí existem. Ilustrou então com o facto dos cristãos terem provocado algumas desordens e incendiado qualquer coisa. Rematou a notícia falando dos acontecimentos que deixaram 50 mortos sem especificar quem causou as mortes. Pelo contexto da notícia acaba por atribuir manhosamente a responsabilidade aos cristãos.

Os jornalistas da RTP deveriam saber que todos os fins de semana os muçulmanos rebentam carros junto a igrejas cristãs e que cada vez esta perseguição é mais encarniçada, violenta e mortífera: os mortos são às dezenas em cada atentado. A RTP contudo omite estes factos -uma, duas, três vezes- mas quando os cristãos se indignam e se revoltam contra a impunidade de quem os massacra e o desprezo do Estado nigeriano a RTP aparece e faz notícias maldosas e brutas.

É chegado o tempo dos cristãos darem a outra face mas arreganharem os dentes: depois da outra face não há mais nenhuma e é tempo de serem "prudentes como as serpentes". Os bispos nigerianos já pedem aos cristãos para se defenderem pelos próprios meios: o direito à vida é um direito natural.

A RTP embarca numa profunda loucura e insanidade que se apossou da maioria dos órgãos de comunicação social na Europa: inimigos da Europa, da sua matriz cristã, da sua identidade e dos valores da liberdade e da democracia. A RTP que faça o que quer mas fazendo-o com generosos dinheiros públicos causa-me uma profunda azia e revolta.

1 comentário:

FireHead disse...

Muita gente se esquece que a justiça é também um pilar da fé cristã. E até o direito mais fundamental dos direitos humanos consagrados na carta da maçónica organização das Nações Unidas é o direito à vida. Portanto, para poderem viver, os cristãos têm o dever de se defender.
Próprio Cristo, que era carinhoso e caridoso, também soube ser rude quando foi preciso. E disse que quem não crer será condenado.