agosto 05, 2012

Chavez: entre o MERCOSUL e o Mausoléu

Um artigo da incansável Graça Salgueiro. Os planos de Chavez para além da morte: a misoginia, a vaidade e o messianismo à custa de um depauperado Povo mesmo numa altura de vacas gordas.


Um progressismo à antiga: imitar o Mausoléu de Lenine na América do Sul, eternizar o culto da personalidade, modificar Simon Bolivar e alterar o passado.


Os que pretendem ser os primeiros serão os últimos. 

1 comentário:

FireHead disse...

Não há novidade nenhuma nisso. Afinal de contas, os esquerdistas já conseguiram com êxito reescrever a História da humanidade. Aquilo que as pessoas "aprendem" hoje em dia nas escolas e universidades é exemplo disso.