dezembro 02, 2015

"Palestinianos": o culto do ódio e do terror

Em 5 de Setembro de 1972 onze atletas israelitas foram assassinados por terroristas palestinianos. O que não sabia é que além de serem mortos foram barbaramente espancados e mutilados: nada mudou até agora.

1 comentário:

Oliveira da Figueira disse...

É esta dura realidade que Israel enfrenta há séculos, e que a Europa já enfrentou e agora redescobre. Dos centros de abate e consumo de cristãos na Síria e no Iraque, por exemplo, os nossos media não falam. E do que já acontece na Europa (estupros, torturas, espancamentos, assassínios, canibalismo, etc.), bem à nossa vista, também não.