dezembro 28, 2015

Tempos alucinados

Madrid não é uma cidade nada pacífica quanto a manifestações. As greves "gerais" são habitualmente acompanhadas de piquetes violentos que intimidam quem não fecha negócios, as montras são vandalizadas com autocolantes difíceis de remover quando não são quebradas, o interior dos negócios é frequentemente vandalizado, as pinturas de ódio são frequentes, os bens públicos são despedaçados, as pessoas são ameaçadas. Quase nunca há alguém preso ou chamado à responsabilidade pela destruição da propriedade ou limitação da liberdade de quem não pretende colaborar.

Hoje um grupo pro-vida manifestou-se de forma totalmente pacífica em frente de um açougue humano, campeão em número de abortos em Madrid (trata-se da "clínica" de Dator onde se chegam a efectuar abortos de fetos de 8 meses). A manifestação foi prontamente desmantelada pela polícia a qual levou ainda preso o médico Jesus Poveda.

O resgate de migrantes  no mediterrâneo são sempre heróicos pois salvam "bebés" e crianças: os nossos bebés é que encontram pouca gente interessada em os salvar e, os que aparecem, são presos.

1 comentário:

FireHead disse...

E depois como querem que nós não acreditemos em teorias de conspiração como a Nova Ordem Mundial ou o Plano Kalergi?? É alguma mentira que estão a fazer de tudo para reduzir ao máximo a população ocidental para a substituir por uma miscelândia de povos não-ocidentais que comportar-se-ão como cordeirinhos face a um poder (maçónico) instalado?