janeiro 25, 2016

Impagável

Como o multi-culturalismo é importante há que o apoiar desde que não incomode a elite que o defende. A crueza de uma casta política de merda confrontada com a realidade que os pobres, que vivem fora de zonas privilegiadas e sem segurança, são obrigados a enfrentar todos os dias.

1 comentário:

FireHead disse...

Também falei disto no meu blogue. Falta agora fazerem o mesmo nos bairros onde vive a nata do regime.