janeiro 21, 2016

O silêncio dos culpados

  • Onde estão as reacções das organizações anti-xenofobia contra as rivalidades entre paquistaneses, sírios, afegãos e destes todos contra as populações que os acolhem?
  • Onde estão as reacções das feministas contra o ataque às mulheres europeias?
  • Onde estão as reacções da organizações para a igualdade da mulher perante a vida escrava que a mulher tem submetida ao macho maometano?
  • Onde estão as reacções das organizações LGBT perante o ataque a homossexuais nas ruas das cidades europeias?
  • Onde estão os sindicatos contra a previsível redução salarial e maior desemprego na europa causada por (alguma) mão-de-obra barata (dos poucos que querem trabalhar)?
  • Onde estão todos os que protestam contra o aumento de impostos que vai pagar a ociosidade e a criminalidade de centenas de milhar ?
  • Onde estão as reacções das organizações anti-racismo contra os ataques dos muçulmanos aos europeus brancos?   

5 comentários:

Anónimo disse...

Estão onde sempre estiveram, a cumprir ordens do movimento comunista internacional do qual são uma extensão. Tal qual "Os Verdes" são um fantoche do PC.
Extraordinário como chamar preto a um preto é tão grave e violar uma mulher branca é uma questão cultural.

mensagensnanett disse...

Mais um caso (entre 'n'):
- O governo da Suécia decidiu trocar a sua intenção de reconhecer a independência do Sahara Ocidental pela abertura de uma loja do Ikea em Casablanca, que o governo de Marrocos estava a dificultar, mantendo o negócio como refém.
[ http://mundocaohoje.blogspot.pt/2016/01/a-vida-humana-e-mau-negocio.html ]
.
-» Não há tempo a perder com a bandalheira ética dos nazis-económicos, há é que reivindicar o LEGÍTIMO Direito à Sobrevivência das Identidades Autóctones:
-»»» http://separatismo--50--50.blogspot.com/
.
.
.
TERRAPLANAGEM DE IDENTIDADES
Os Nazis-Económicos (nazis-made-in-USA) terraplanam Identidades atrás de Identidades Autóctones de forma insaciável...
-» Quando se fala no (legítimo) Direito à Sobrevivência de Identidades Autóctones {nota: Inclusive as de 'baixo rendimento demográfico'... Inclusive as economicamente pouco rentáveis...} nazis económicos (nazis-made-in-USA) - desde há séculos com a bênção de responsáveis da Igreja Católica - proclamam logo: «a sobrevivência de Identidades Autóctones provoca danos à economia...»
[nota: os nazis-made-in-USA provocaram holocaustos massivos em Identidades Autóctones]
.
Ora, de facto:
A elite da finança e das corporações está apostada em destruir a Nações.
Armadilhou o sul da Europa pelo endividamento, quer com a colaboração de políticos medíocres, quer fazendo os estados resgatar com o seu dinheiro a corrupção financeira. Eles querem destruir as soberanias... dividir/dissolver as Identidades para reinar... tudo para criarem uma "massa amorfa" de gente inerte, pobre e escravizada e assim melhor estabelecerem a Nova Ordem Mundial: uma nova ordem a seguir ao caos – uma ORDEM MERCENÁRIA (um Neofeudalismo)... ou seja, a 'Ordem Natural' que emerge de um 'barril de pólvora' (leia-se, o caos organizado pela alta finança).
---» Andam por aí muitas marionetas... cujo trabalhinho é 'cozinhar' as condições que são do interesse da superclasse - alta finança, capital global.

FireHead disse...

Admito que nunca consegui entender muito bem como é que a assassina esquerda usa e abusa da islamização.

Afonso de Portugal disse...

É simples, caro FireHead: a esquerda vê os muçulmanos como uma extensão do proletariado na sua luta contra a burguesia capitalista. A senhora realidade mostra que eles têm razão. Por exemplo, 93% dos muçulmanos "franceses" votaram em Hollande.

A esquerda não faz nada por acaso!

Oliveira da Figueira disse...

Essas pessoas têm encasquetado no cérebro que o «homem branco» é a raiz de todos os males. Como tal, tudo quanto aconteça no mundo deve-lhe ser imputado. Mais à sua hedionda criação: o capitalismo. os putos andam a roubar e a matar? A culpa é do capitalismo. Os muçulmanos violam pelas ruas? Estão traumatizados com a colonização do «homem branco».

Há décadas que essa propaganda é martelada nas cabeças dos jovens, pelos media, nas Universidades, nos partidos de extrema-esquerda, na arte e lietartura "engagèe". Uma coisa e o seu oposto são usadas para demonizar o Ocidente, o Mundo Livre, a religião, a Liberdade, a economia de mercado, a civilização judaico-cristã.

É tudo bom; menos nós! E o que é mau fora de nós, é-o por nossa culpa.

A extrema-esquerda não olha a meios para atingir os seus fins.