outubro 21, 2018

Então pode lá ser?

Umas 2000 pessoas andam de viagem desde as Honduras para tentar entrar nos Estados Unidos: juntos vão uma centena de jihadistas. Os motivos? Apeteceu-lhes e será crime contrariá-los.

O que me espanta, e não vejo nenhuma análise crítica ao caso, é que podiam aproveitar para tentar entrar em países socialistas/comunistas marxistas como a Venezuela, a Bolívia e a Nicarágua ondeo governo pelo proletariado se fez realidade e trouxe felicidade e abundância, mas .... não!

Preferem os EUA, um país capitalista, comandados por um presidente racista, misógino e sexista (só para mencionar os piores íntimos depois de ser fascista, nazi, KKK e supremacista branco) onde serão naturalmente explorados e escravizados para todo o sempre. Será um caso de masoquismo de massas?

3 comentários:

Afonso de Portugal disse...

E parece que já haverá uma segunda vaga a juntar-se a esses 2000! Tudo bem a tempo das eleições intercalares!

Lura do Grilo disse...

Uma boa ajuda para Trump: os americanos gostam de imigrantes trabalhadores mas não de oportunistas, traficantes de droga, terroristas e comerciantes de carne humana.

Ricardo Amaral disse...

Sobre os últimos "acontecimentos" nos states e a propósito da máfia internacional(cuja base está nos EUA)
https://kauilapele.wordpress.com/2018/10/24/a-couple-of-10-24-18-videos-x22report-jordan-sather-about-the-bombs-sent-to-deep-state-players/