janeiro 28, 2014

As coisas que se aprendem com a TVI

O 1º presidente negro (passado a lixívia ... digamos) faz o discurso da União. O pobre presidente está pouco popular pois "está refém dos republicanos".

Morreu um cantor americano que nunca tinha ouvido falar. Este desgraçadinho, agarrado a uma viola, aparecia em algumas guerras (só algumas"), foi perseguido por ser comunista (estava cheio de equimoses e esbranquiçado de tanto ano de prisão), era boa alma e até foi cantar a Cuba que é uma referência internacional de direitos humanos e respeito por não comunistas.


Scarlet Johansson, segundo este exemplo sem par de comunicação social,  está debaixo de fogo pois bebeu um refresco fabricado em território israelita que "à luz do direito internacional" não é território israelita. A empresa ainda dá emprego a "palestinianos" (ou seja sírios, jordanos e egípcios rebaptizados à força) e aplica os baixos salários (a bitola dá sempre no mesmo). Pois aos detractores de Scarlet, de Israel e da empresa a minha resposta é esta:

1 comentário:

FireHead disse...

Porque é que dizem que o Obama é o primeiro presidente negro dos EUA se a mãe dele é branca? Que eu saiba o nome que se dá a isso é o mulato e um mulato não é branco nem negro (embora haja mulatos que, talvez fruto de alguma atroz crise de identidade, se afirmem como negros).