setembro 24, 2009

Penso ... logo existo. Respiro ..logo Pago

A ONU tornou a deitar baforadas de disparate: quer lançar um imposto em todo o mundo sobre o CO2. Não está provado de forma clara o aquecimento global? Não faz mal. Taxa-se na mesma. Quanto vai custar à economia? Não interessa. Joachim Schellnhuber um cientista desta raça solicita um imposto pessoal por emitir dióxido de carbono. Quem sabe em breve outro por consumir oxigénio e, porque não, sobre expelir vapor de água.

Vêm aí não tarda muito mais uma dose de fiscalidade verde: eco taxas, contribuições para a sustentabilidade energética, Contribuição para as Renováveis e outros que tais.

Vamos agora supor que esta vanguarda do Apocalipse acredita que o mar vai subir mesmo muito! Que irão fazer? Crescer paredes de betão em volta das zonas baixas em todo o globo? Fazer cubinhos de gelo e enviar para o Ártico? Criar uma frota de foguetões para levar uns m3 de água para Marte?

Quem não tem dinheiro não tem vícios quem o tem fica histérico. A caça às bruxas na idade média era afinal uma brincadeira de jardim escolar se comparada com este circo.

1 comentário:

filomeno2006 disse...

Ya estamos temblando por la rueda de prensa de Elena Salgado Méndez, el sábado.......