fevereiro 14, 2015

Saraivada de balas ...

... disparadas em Copenhaga sobre os assistentes a um encontro cultural (mas não multi) sobre blasfémia e liberdade de imprensa. Um morto para 200 balas ... até que foi sorte. O coeficiente corânico é muito elevado mas nada terá a ver com o islão: terá mais a ver com eterna pobreza e a discriminação de quem vive à borla que puxou o gatilho.

Há não muito tempo 27% dos judeus viviam na Europa agora são apenas 10%. A substituição dos judeus pela tralha islâmica (exploradores, violadores, sequestradores, traficantes de drogas e de armas e proxenetas) está a ser um rico negócio.

2 comentários:

João disse...

Riquíssimo negócio, é ver hoje o Gatestone Institute: http://www.gatestoneinstitute.org/5195/sweden-rape

Impressionante, o que os traidores multiculturalistas fizeram deste continente. Quanto ao ataque de hoje, nada a ver com o islão. O rapaz interpretou mal a mensagem de paz. Está sempre a acontecer. Provavelmente é das traduções.

FireHead disse...

Os nazis da praça é que ficam todos satisfeitos com esta substituição religiosa, embora tentem disfarçar dizendo que são contra a invasão muçulmana.